Diretor da prefeitura de Foz é detido após ameaçar a Guarda Municipal
15/03/2019 Foz do Iguaçu

Na noite de ontem, quinta-feira 14 de março de 2019, servidores da Guarda Municipal de Foz do Iguaçu, equipe em serviço na segurança do trânsito na caminhada da "marcha do dia internacional da mulher", com inicio no Bosque Guarani, seguindo pela Avenida República Argentina, Avenida Brasil, Travessa Oscar Muxfeld e com encerramento na Praça da Paz na 3ª Pista da Avenida Juscelino Kubitschek, onde durante o percurso, um dos servidores municipais flagraram uma mulher realizado pichações em vários comércios da Avenida Brasil, sendo que devido ao grande número de pessoas acompanhou a pichadora até o final da manifestação, onde realizou a abordagem juntamente com uma equipe da Policia Militar, sendo encontrado na mochila da pichadora o spray de tinta.

A pichadora foi identificada como sendo a colombiana Sara Gabriela Pacheco Beltran, de 20 anos de idade. Durante a abordagem, a pessoa identificada como sendo Pablo Braga Machado, de 34 anos de idade, Diretor de Iluminação Pública de Foz do Iguaçu, subordinado a Secretária Municipal de Obras, braço diretito do prefeito Chico Brasileiro, chegou e foi logo falando: "por que conduzir a menina, você tá tumultuando a marcha de mulheres" e ainda disse ao guarda municipal "já liguei para o seu supervisor, liguei pro Reginaldo, você vai ver o que vai acontecer, você tá "fudido" (O "Reginaldo" citado em questão, é o policia civil e atual Secretário de Segurança do Município).

Onde novamente o diretor da prefeitura teria dito ao guarda municipal que já tinha ligado para o secretário "Reginaldo" e novamente disse "vou meter um processo administrativo contra você e vamos ver se Reginaldo manda ou não manda", e a todo momento falava que os guardas estavam tumultuando a caminhada e que deveriam liberar a detida "Sara" para evitar tumulto.

Sendo assim o Diretor de Iluminação Pública de Foz do Iguaçu Pablo Braga Machado foi encaminhado até a Delegacia da Policia Civil, para procedimentos do Termo Circunstanciado de ameaça, perturbação do trabalho e desobediência.

Fonte: Tribuna Popular

 
MAIS NOTÍCIAS
PARCEIROS