Corinthians fracassa no Uruguai ao apostar no Paulistão como único caminho viável
14/05/2021 Futebol
GE - Foto: Staff Images/Conmebol

Muita gente lamentou quando o Corinthians ficou fora da zona de classificação da Libertadores via Brasileirão-2020. Mas a verdade é que, hoje, olhando a realidade do clube, foi bom assim.

O Timão foi eliminado na fase de grupos da Sul-Americana com duas rodadas de antecedência.

O time de Vagner Mancini até teria chance de ir mais longe em outra situação, mas encontrou dois problemas em 2021: um regulamento que classifica só o primeiro colocado para o mata-mata e um Peñarol muito mais sólido. Em quatro jogos, o time uruguaio segue 100%, com 14 gols marcados.

O Corinthians tem quatro pontos e já não alcança o Peñarol. Foram seis pontos perdidos para eles, com a derrota por 2 a 0 na Neo Química Arena e a goleada por 4 a 0 em Montevidéu, nesta quinta-feira.

O Timão perdeu ainda inexplicáveis dois pontos na estreia contra o River Plate do Paraguai. Só venceu o frágil Sport Huancayo. Terá ainda dois jogos amargos para cumprir tabela na competição, contra esses dois rivais citados. A classificação, porém, era tão improvável quanto a chance de depois seguir avançando nas fases seguintes.

Num ano de corte de gastos e nenhum investimento em reforços, pensar num título não passava pela cabeça da diretoria. A ideia era só ganhar o máximo possível em premiação em dólar.

A proximidade das finais do Campeonato Paulista, porém, deu um sabor doce na boca da comissão e da diretoria. Por mais um ano, o Estadual passa a ser o projeto de alegria. Vencê-lo dá alguns dias de paz. Mesmo com altos e baixos, o time venceu em 2018 e 2019. Em 2020, caiu nos pênaltis para o Palmeiras. Mesmo que não mantenha o nível depois, pode-se viver um bom momento.

 
MAIS NOTÍCIAS
PARCEIROS